Tecnologia & Sociedade cada vez mais conectadas

Projetos trazem soluções modernas para simplificar questões do dia a dia de todos

Você já imaginou como seria o mundo sem a eletricidade? E sem a invenção da roda? E a tão impactante chegada da internet que interliga instantaneamente pessoas no mundo inteiro? Essas criações já estão inseridas no dia a dia, mas existe gente trabalhando para fazer novas descobertas e desenvolver saídas que facilitem ainda mais a vida das pessoas através da tecnologia.

Para olhar para o futuro, não é preciso ir tão longe. Muito em breve, ferramentas com funções muito importantes para a sociedade como, por exemplo, “cães-guia” robôs, painéis de desenhos para deficientes visuais, balões de vigilância nos céus e aplicativos de socorro em casos de emergências médica, serão incorporadas na nossa rotina.

Alguns dos inventos, que reúnem drones e robôs, foram apresentados ao público, no fim do ano passado, no Hacktudo, um festival de cultura digital. Algumas dessas inovações futurísticas podem ser conferidas nesta matéria!

ALTAVE Balões de vigilância

Soldados fizeram a vigilância da cidade por meio de balões em mais de quatro pontos durante os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016

Com uma equipe jovem e brasileira, a Altave é uma empresa que, através do uso da tecnologia e da criatividade, buscou soluções para vigiar e garantir, dos céus, a segurança em terra. O produto foi utilizado durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016.

De fácil mobilidade e baixo custo, os balões são uma solução para a vigilância em grandes áreas, seja no campo ou no meio urbano

Trata-se de um balão com diversas câmeras de alta qualidade que fazem uma filmagem panorâmica em qualquer direção, facilitando muito a vigilância de grandes áreas. Além dos vídeos em tempo real, uma grande funcionalidade é a possibilidade de manter o balão em diferentes altitudes, expandindo ou encurtando a corda que o prende em até 400 metros de acordo com o espaço que se quer vigiar. Dessa forma, é uma solução para monitorar áreas rurais e urbanas, civis ou militares.

Em tempos de crise na segurança em todo o país, essa nova tecnologia é uma forma eficiente e de custo considerado baixo comparando o retorno trazido em relação a produtos com a mesma finalidade já antigos no mercado.

ARDUINO Arte inclusiva 

Semelhante a um pequeno computador, a placa Arduino tornou a robótica mais acessível a todos. Permite até que pessoas com deficiência visual possam desenhar. Desta forma, a nova ferramenta tecnológica possibilita invenções a um custo menor, mais flexíveis e fáceis de usar por principiantes. A ascensão do Arduino traz uma facilidade grande para muitos criadores, como é o caso da professora Andrea Vargas, que pensou em como facilitar a vida de deficientes visuais. Com o seu projeto de Arte inclusiva Arduino, o objetivo é fazer com que cegos sejam capazes de desenhar, inclusive identificando cores.

A proposta é capacitar pessoas para que possam se expressar por meio da arte, independentemente das barreiras impostas pela ausência total ou parcial de visão. É importante destacar também que todo o processo de desenvolvimento foi acompanhado e validado por Gisele Priscila Aguiar da Silva, deficiente visual graduada em Sistemas da Informação.

A inovação se assemelha a uma pequena mesa ou prancheta interativa, onde o deficiente visual tem uma disposição de cores pré-definidas com uma programação de sons que permite a identificação de cada uma delas com o toque de um botão. Unidos a esses recursos táteis e sonoros, o invento também produz traços de relevos e utiliza formas definidas que auxiliam quem é desprovido de visão a realizar uma atividade lúdica e muito pouco incentivada nessas condições devido às limitações existentes.

SAÚDE PRÓXIMA

Os aplicativos de celular movem o mundo nos dias atuais. Nos ajudam a baixar músicas, jogos, pedir táxi, comida, fazer compras entre outras infinidades de serviços. Na área de saúde, novos apps procuram encurtar a distância entre pacientes e centros médicos. Um deles, o “Saúde Próxima”, foi desenvolvido pelo estudante João Vitor Lopes, voltado para a área médica. “O aplicativo foi criado no intuito de minimizar o tempo de atendimento aos acidentes não graves, nos quais a vítima ainda consiga se movimentar e pedir socorro”, define João. Com um programa de fácil uso, o usuário poderá, a partir da especialidade médica desejada, buscar o hospital mais próximo e com maior disponibilidade para sua necessidade. Além de facilitar a marcação de consultas, o app também fornece o melhor trajeto até o hospital encontrado.

O Saúde Próxima é um utilitário que pode aparecer em breve para o público nas lojas virtuais e promete agilizar a busca por médicos. O autor do aplicativo estuda uma versão, ainda sem um custo definido, que daria aos usuários descontos em medicamen-
tos e farmácias.

LYSA Cão-guia-robô

Contando com sensores avançados de detecção de obstáculos, comandos de voz e grande vida útil, Lysa promete impactar positivamente a vida de deficientes visuais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 260 milhões de pessoas no mundo sofrem de perda total ou parcial de visão, e no Brasil são mais de seis milhões. Baseado nisso, nasceu o projeto Lysa, o cão-guia robô, equipado com um software de comandos de voz capaz de traçar rotas e guiar o usuário até o local desejado, dando maior autonomia ao cego. Um cão convencional costuma ser muito caro e acessível a poucas pessoas com deficiência visual. Com a ajuda da tecnologia, os desenvolvedores acreditam que poderão ampliar muito o número de assistidos.

O projeto inovador consiste em um robô que engloba todas as funções que um cachorro de verdade poderia exercer. Atualmente, a Lysa já passou por diversas fases diferentes de desenvolvimento. Ele consegue detectar, através de sensores infravermelhos e ultrassônicos, a existência de obstáculos em qualquer direção, incluindo buracos no chão ou objetos em locais altos, dificilmente identificados pela bengala e que podem ser de grande risco.

De obtenção mais rápida e preços de aquisição e de manutenção mais baratos, o projeto também defende que os robôs teriam uma vida útil superior à dos cães-guia. Essas características todas reunidas com o foco em acessibilidade são uma alternativa interessante para um futuro com a mecatrônica cada vez mais presente no cotidiano das pessoas.

Serviço

Altave
www.altave.com.br/

Arte inclusiva Arduino
www.gamesoundsbr.wixsite.com/
andrea-cvr/arte-inclusiva

Lysa
www.caoguiarobo.com.br/
facebook.com/caoguiarobo/

Hacktudo
www.hacktudo.com.br/
facebook.com/hacktudofestival/

Sites que divulgam eventos da área para você ficar ligado:

www.ti.rio/menu/42/agenda-de-eventos

www.eventbrite.com.br/d/brazil–rio-de
-janeiro/science-and-tech–events/