Ilha Grande - o paraíso cor de esmeralda

Ilha Grande – o paraíso cor de esmeralda

Natureza, aventura e simplicidade a 100km do Rio

Cercada por águas cristalinas de um mar cor verde esmeralda, a Ilha Grande, em Angra dos Reis, litoral sul do Estado do Rio, é um destino turístico que impressiona não só pela beleza natural, mas por sua história. Já foi um local destinado ao isolamento de passageiros enfermos que chegavam ao Brasil, também sediou um presídio por décadas e, antes ainda, no período colonial, foi um território marcado por disputas devido a sua posição estratégica no litoral brasileiro. Mas os habitantes da ilha reescreveram essa história, e diante de uma paisagem estonteante, Ilha Grande, junto com Paraty, recebeu o reconhecimento inédito de patrimônio mundial misto pela UNESCO. É o primeiro sítio no Brasil a receber esse conhecimento, que se dá pelo “valor universal excepcional, por suas características naturais e culturais, assim como a interação entre elas”, de acordo com a Organização.

Natureza, aventura e simplicidade a 100km do Rio

Ilha Grande ou Ipaum Guaçu, como batizada pelos tamoios, seus habitantes originários, não limita sua grandiosidade em seus 193 km². O destino reúne praias, cachoeiras, picos e mirantes e é considerado um santuário  ecológico devido a sua rica biodiversidade terrestre e marinha. O acesso pode ser realizado por Mangaratiba ou Angra dos Reis, por meio das CCR barcas (R$16,60) ou por barcos privativos, conhecidos como “taxi boat” ( que custam, em média, R$60).

Ilha Grande - o paraíso cor de esmeralda

A Vila do Abraão é o principal vilarejo, onde se encontra a maior parte da infraestrutura, como pousadas, hostels, restaurantes, mercados e agências de passeio.  A Ilha também é plural enquanto escolha turística. Proporciona opções de ecoturismo, turismo cultural, de aventura, ou, para os que preferem a tranquilidade, sol e praias paradisíacas. O destino pode ser explorado de diversas formas. Na Ilha, não há carros, mas em Abraão é possível circular tranquilamente a pé. Próximo à vila, estão situadas as praias da Júlia, Bica, Crena, Comprida, Abraãozinho e Praia Preta, que estão a cerca de 20 minutos de caminhada leve partindo do centro.

Ilha Grande - o paraíso cor de esmeralda
Trilha para Praia Preta

Para os turistas interessados em aventura, existem várias trilhas, de diferentes níveis de dificuldade e tempo de execução distribuídas no território. Dois Rios é um desses destinos, onde o rio desemboca no mar e forma lindas piscinas naturais. A caminhada leva, em média, duas horas e meia. Lá também fica localizado o antigo presídio, que hoje é um museu, mas está temporariamente fechado devido à pandemia. Pelo mar, os passeios de barca  na baía de Ilha Grande são garantia de paisagens exuberantes. São mais de 300 outras ilhas, muitas delas inabitadas, e que sediam praias de águas calmas e cristalinas. Os passeios de barco  geralmente duram o dia todo e custam a partir R$50,00, os preços variam de acordo com a rota e o tipo de embarcação. É uma ótima opção para aqueles que gostam de praticar mergulho, devido à rica vida marinha na região.

 

Ilha Grande - o paraíso cor de esmeralda
Arqueduto do Abraão

Partindo da Vila do Abraão também é possível fazer trajetos curtos, para chegar em outros pontos, como a Praia de Lopes Mendes, avaliada como uma das dez praias mais bonitas do mundo, de acordo com o TripAdvisor. Esse tipo de traslado custa, em média, R$ 20,00 e tem horários mais flexíveis. A vila também conta com seu centrinho histórico, onde é possível conhecer mais da cultura local e comer em restaurantes que oferecem o melhor da gastronomia de praia. Na Ilha também há um posto de saúde público, garantindo a segurança dos aventureiros. Devido a sua formação montanhosa, chove com bastante frequência na região, mas não se preocupe, da mesma forma que as nuvens rapidamente vêm, elas também se vão e o sol sempre volta a brilhar na Ilha Grande.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *